quarta-feira, dezembro 20, 2006

 
So say goodbye

Então, né... eu mudei de endereço.
Fui pro Wordpress!
Mas ó, não prometo nada... não sei se vou atualizar lá também... ehehehe!

Até! :D


::: posted by Erika at 9:36 AM






terça-feira, setembro 05, 2006

 
Mysteries of love

Enfim, depois de meses tentando ver esse filme, consegui. Assisti Bonecas Russas.
A legenda em 'português de Portugal' atrapalhou um pouco, mas pelo menos rendeu boas risadas. Nunca tinha ouvido falar em 'Papai Natal'! Hehehe... Porreiro isso! :P

Mas voltando ao assunto: Bonecas Russas é a continuação do Albergue Espanhol, outro filme ótimo. Então agora a gente vê o pessoal um pouco mais velho, naquela fase dos 30 anos: O Xavier escritor de clichês e sem teto, ficando com uma menina a cada noite enquanto busca a mulher perfeita, a Martine (Audrey-Amélie) mãe solteira, ainda chatinha e esperando o principe encantado, a Isabelle dando as festinhas no apê bacana dela, a Wendy MUITO mais bonita e meio rejection junkie, o William casando com uma bailarina russa, e por ai vai.

Apesar de ter achado meio longo, e de ter achado o Xavier um grande fdp-sem-coração (pelo amor de Deus, a Wendy fala uma coisa daquelas, e ele: 'qualquer cara teria saído correndo atrás dela. Eu fiquei parado. Ou melhor, o trem se moveu.'), eu gostei do filme. A gente se envolve com os personagens, fica com raiva, ri, se emociona. Tem cenas bem bonitas. Tem pessoas de vários lugares, falando várias linguas. Tem uma música muito linda da Beth Gibbons...
Precisa mais?



'If I think about all the girls I've known or slept with or just desired, they're like a bunch of Russian dolls. We spend our lives playing the game dying to know who'll be the last, the teeny-tiny one hidden inside all the others. You can't just get to her right away. You have to follow the progression. You have to open them one by one wondering, "Is she the last one?"'


'I know you're not always perfect. I know you have tons of problems, defects, imperfections... but who doesn't? It's just that I prefer your problems. I'm in love with your imperfections. Your imperfections are just great! [... ] I know that most girls they get weak on their knees for what's beautiful, you know, that's all they see, that's all they want. But I'm not like that. I don't just see what's beautiful. I fall for the other stuff. I love what's not perfect. It's just how I am.'


::: posted by Erika at 2:31 PM






sexta-feira, setembro 01, 2006

 
When I was a movie star, an asteroid had hit the earth and prematurely ended my career

E o Emmy?

'To my eighth-grade social studies teacher who told me to sit down and shut up because I wasn't funny. No, thank you Mr. McAdoo. My boss when I was a production assistant on the show 'Step by Step' who made me clean the gum off the executive producer's shoe. ... And finally God. I am sure you are responsible in some way, but you took my hair and that's not cool man.'
Discurso de não-agradecimento do Greg Garcia (roteiro comédia, My Name is Earl). Já que é muita gente pra agradecer em pouco tempo, melhor fazer uma lista de quem não agradecer. Foi ótimo isso!


'Well, I'm not somebody who really believes in curses - but curse this, baby'
Discurso da Elaine Benes, que ganhou como melhor atriz de comédia por The New Adventures of Old Christine.
E não é que essa é legalzinha? Pô, com maldição ou sem maldição, não tinha como aquelas séries meia-boca do George e do Kramer irem pra frente, né?


'Well, we weren't exactly invited this year'
Foi o que o Hurley respondeu ao Conan O'Brien, sobre o motivo dele não ir ao Emmy.
Não terem indicado Lost foi MUITA sacanagem.





'Eu: Ah, achei que o cabelo dela ficou meio estranho assim...
Ele: Olha, pra te falar a verdade, não é no cabelo dela que eu tô prestando atenção... desculpa, tive que ser sincero nessa...
Eu: É... pior que eu tenho que concordar...
'
Sobre o decote da Katherine Heigl


PS1: Como é queimar demais o filme ficar falando do cabelo, vestido, maquiagem e jóias dos famosos (apesar que, vergonhosamente eu confesso: adoro ver as entrevistas no tapete vermelho), não farei tais comentários. Mas o que vocês acharam do vestido da Evangeline Lilly e o cabelo da Debra Messing? :P

PS2: O Frasier enfim saiu do páreo. Mas não é que o Kelsey Grammer ainda consegue ganhar? Melhor dublagem (Simpsons)?!


::: posted by Erika at 10:25 AM






quinta-feira, agosto 17, 2006

 
I never wanted to love you, but that's ok
I always knew that you'd leave me anyway


Eu sou fã de seriados desde pequenininha. Cresci assistindo isso. Desde Boomer, Esquadrão Classe A e Super Máquina, passando pelas séries da Sessão Comédia da Globo (Super Gatas, Primo Cruzado, Caras e Caretas, o Poderoso Benson e Super Vicky. Viu? Lembro de todas, e na ordem! :P) até Anjos da Lei e Barrados no Baile.

Quando vi o anúncio dos cabos da TVA chegando no meu bairro, fiquei alucinada. Ter canais que só passam séries o tempo todo era meu sonho de consumo. Nos primeiros meses de assinatura, juro, passava o domingo inteiro grudada na frente da tv. Passado a febre, selecionei as que realmente queria acompanhar e larguei as demais de lado.

Toda essa enrolação é pra dizer que eu realmente ADORO seriado.
E só quem é viciado nisso sabe que não tem coisa pior do que sua série amada ser cancelada.

Ultimamente eu andava choramingando por terem cancelado Reunion. Pô, a série era muito boa. E fiquei sem saber quem matou a Sam. E não fiquei sabendo se o Aaron e a Carla ficaram juntos. E... [insira mais 10 minutos de lamentações aqui]

Quando meu coraçãozinho dilacerado estava se recuperando, outra bomba: Love Monkey passando na Sony. Eu já tinha lido sobre ela. Era uma série legalzinha e principalmente, era a nova série do Tom Cavanagh (*suspiro* awww, o Ed *suspiro*). Atenção pro 'ERA'. É, já cancelaram essa ai também. Eu teria superado numa boa, se não tivesse assistido o primeiro episódio.

Não é só 'legalzinha'. Eu amei tudo. A história é de um cara que respira música, que sonha em ter seu próprio selo, pra lançar as bandas em que ele acredita. E nesse meio tempo, ele pode encontrar sua cara metade, alguém que ouça os mesmos cds que ele...

É de chorar, não?
Dá raiva da Sony... E dos chefões chatos das emissoras americanas...

(aguarde mais posts reclamões sobre isso)



PS1: Repararam que tocou Magic Numbers no episódio de ontem?
PS2: E também viram o Ben Folds fazendo uma apariçãozinha gratuita lá?


::: posted by Erika at 5:24 PM






quarta-feira, agosto 02, 2006

 
Tried all the codes, all possibilities, all combinations, but still nothing

Papo de quem tá ficando velho, mas... o tempo passa muito rápido, não?
Nem consigo acreditar que faz mais de 10 anos que preencho nas fichas cadastrais: 'Profissão: Programador' (ou analista, depois que terminei a facul, mas enfim...)
Meu inicio com os computadores não foi lá tão fácil... aliás, bem no comecinho mesmo até que foi divertido. Eu devia ter uns 7 anos, meu irmão ganhou um TK-85, era a coisa mais bacana que existia. Passamos várias madrugadas, digitando linhas e linhas dos programas de um livrinho de exemplos. Claro, não era nada sofisticado, eram bonequinhos, quadradinhos, coisas assim. Meu irmão, que sempre foi um gênio, entendia cada pedaço daquele monte de letrinhas. Eu me contentava em copiar o programa, ver o bonequinho pulando na tela, e só.

E veio a era MSX. Além dos joguinhos que até hoje tenho saudade, também tinha a parte 'programável' da coisa. E dessa vez resolvi tentar entender o que era aquilo. Fui apresentada ao tal do BASIC. E foi assustador!
Foram horas, dias, semanas, tentando entender pra que servia um 'GOTO'. E o tal laço 'FOR-NEXT'? Pra que alguém precisaria daquilo, Meu Deus?!
Além da linguagem, eu não conseguia entender onde tudo aquilo poderia ser útil numa empresa. 'Para, por exemplo, fazer uma folha de pagamento', explicou meu irmão. Continuei sem entender nada. 'Dá pra você fazer um programinha, e criar um diário virtual, igual ao do Doogie Howser', continuou ele. Aaah! Agora entendi!

Mas como tudo era muito complicado, continuei só copiando programinhas, de vez em quando tentava trocar um corzinha aqui e ali, e meu bonequinho que pulava agora era mais colorido. E só.

Quem diria que hoje em dia eu ganho meu dinheiro com isso? Fui eu fazer colégio técnico em Processamento de Dados. Descobri que o tal GOTO (que eu falava exatamente como se escreve) era um 'GO TO' (vá para - uma determinada linha, um determinado bloco do programa, etc) e que uma empresa precisa de programas pra controlar tudo quanto é coisa. E toda vez que eu aprendo uma linguagem nova ainda tenho aquela mesma sensação apavorante de 'puta-merda-o-que-é-isso' que eu senti quando vi um 'IF-ELSE' pela primeira vez. Que bom que tudo fica mais fácil depois... :)


::: posted by Erika at 2:33 PM






quarta-feira, julho 12, 2006

 
I'm ready, let's do it baby

Ando totalmente no clima de construção e reforma. Cada centavinho do meu salário tá indo pra Leroy Merlin, Telha Norte e lojinhas de materiais de construção aqui do bairro. Comprar aquela bota linda que eu vi na vitrine? Nem pensar! Com esse dinheiro eu compro 'x' sacos de cimento...

Então não vai ser nada estranho se eu contar que meu vício televisivo tem sido programas sobre decoração, desses 'do it yourself'. Eu simplesmente não consigo parar de assistir o People and Arts, especificamente dois programas: 'Changing Rooms' e 'While You Were Out'.

É impossivel não se encantar com as idéias do Laurence Llewelyn-Bowen, não querer um móvel feito pelo Handy Andy, ou não sonhar com uma sala transformada pelo Evan Farmer e sua turma. Esses malditos decoradores super talentosos fazem a gente acreditar que é só empilhar um monte de [coloque aqui algum tipo de material reciclável] e a mágica acontece: virou uma peça de decoração bacana que vai fazer um sucesso enorme na sua casa.

A coisa é tão grave que vejam só: eu, que não sei nem pendurar um quadro na parede, tô aqui louca pra me aventurar, não só em colocar o prego, mas também em pintar as paredes e até mesmo em criar o próprio quadro! Assustador isso...
Bom, se vou mesmo encarar a brincadeira, ou se vai ser só empolgação passageira, só o tempo dirá!


::: posted by Erika at 10:10 AM






sexta-feira, junho 30, 2006

 
Frase do ano: 'I was wrong'

É, né Locke?
:P


::: posted by Erika at 4:51 PM






quarta-feira, abril 19, 2006

 
I hate you, I love you
You know too much about me


A quarta feira deixou de ser um dia chato pra mim. É o meu dia favorito pra assistir TV. Olha a programação:

19h: Anos Incríveis
A série mais bacana, mais fofa, mais linda, mais... incrível (duh!) de todos os tempos. Sabe-se lá o que deu na TV Cultura, mas o que importa é que eles estão passando 2 episódios por dia! Sim, 1 hora de Kevin Arnold, de segunda a sexta, na sua TV. :)

20h: The OC
Eu não sei até quando vou ter paciência de assistir essa série. Não sei se ainda existe um ser que aguenta o vai e volta da Marissa & Ryan. Não sei se vão conseguir manter o Seth fofo. Não sei por que mataram o Johnny. Não sei por que a irmã da Marissa apareceu e desapareceu do nada. Não sei como deixaram a Julie Cooper ficar boazinha.
É, eu realmente não sei por que eu ainda assisto essa coisa...

21h: Reunion
Essa série é muito boa. Não, ela é ÓTIMA. Toda vez que termina um episódio, eu fico com aquela cara de 'Reunion é FODA!'. E eu não me conformo que uma série dessas foi cancelada, que eu não vou descobrir quem matou a Sam, não vou saber se o Aaron vai ficar com a Carla, se o Craig é ou não bonzinho, por que o Will virou padre... Mas isso é assunto pra um outro post.

22h: Related
Admito: eu torci o nariz logo no começo, parecia ser bem bobinha. Ainda bem que eu estava errada!
Resumindo, a série é sobre o dia a dia de quatro irmãs, lindas, estilosas, fofas e bem humoradas. A Ginnie e o Bob entraram na minha lista de 'exemplo de casal da tv que eu quero ser'. Ah, e sim. A Rose é muito bonita... ¬¬
E pra não dizer que é tudo perfeito: O que fizeram com o cabelo da Marjee?!


::: posted by Erika at 1:01 PM






terça-feira, abril 11, 2006

 
Shut your eyes and think of somewhere, somewhere cold and caked in snow

Com uma semana de atraso (por motivo de forças maiores, só consigo assistir Lost na reprise, domingo), meus comentários sobre o #205.
Foi um episódio mais devagar, um daqueles pra gente dar uma acalmada, com climinha romântico e tal... foi bem bonitinho o flashback do Jin e da Sun... Aliás, já tô achando o Jin bem mais simpático do que na temporada passada. E nada melhor pra aprender a falar inglês do que ficar perdido na ilha do Lost! O cara já manda um 'others', 'Michael you find Walt' e entende direitinho o que o povo fala!
E a Sun de TPM, detonando a hortinha! uhhauhua! E deu até pra ameaçar uma lagriminha nos olhos quando ela encontrou a aliança...

O Locke teve só uma mini participação, e mesmo assim foi legal. :)

***

Ouvindo:
Eyes Open - Snow Patrol
Cdzinho novo do Snow Patrol.
Resumindo em uma palavra: Lindo!
Mas (iiih...) eu ainda prefiro o anterior, Final Straw.
You're All I Have, Hands Open, Chasing Cars e Set The Fire To The Third Bar (com participação da Martha-irmã-do-Rufus Wainwright) são maravilhosas, mas achei que no geral, tem baladinhas demais. Sim, são lindas, mas são do tipo que você tem que estar 'no clima' pra ouvir, sabe? Ou talvez é questão de ouvir mais vezes, acostumar.
De qualquer maneira, é lindo, é fofo, é Snow Patrol! (é, ficou com cara de slogan ruim isso ai :P)

Em poucas (e não minhas) palavras: 'Em Eyes Open, o Snow Patrol consegue ser tudo aquilo que o Coldplay poderia ser na vida se o Chris Martin não fosse chorão, bundão e atolasse os arranjos da banda dele num lodo de teclados e sintetizadores. Eyes Open é, até este momento, o disco de 2006. Anote.'


::: posted by Erika at 4:12 PM






sexta-feira, março 31, 2006

 
You know I will adore you 'til eternity
YouTube é algo realmente legal, não?



Alguém lembra?
Essa propaganda é de mil novecentos e bolinha, lá da época que eu fazia agenda e lia a Capricho. :P
Foi a primeira vez que ouvi essa música. E continua sendo uma das minhas preferidas até hoje.


::: posted by Erika at 1:07 PM





Visitors: